O princípio ativo do medicamento Concerta e também da Ritalina é o metilfenidato. A principal diferença entre os dois medicamentos citados diz respeito à formulação farmacêutica, que gera efeitos na velocidade de liberação do princípio ativo e, portanto, na duração do efeito.

Ação esperada de Concerta Seu princípio ativo é o metilfenidato, um estimulante do sistema nervoso central, que aumenta a atenção e reduz a impulsividade e hiperatividade em pacientes com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade.

CONCERTA* é indicado para o tratamento do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). A eficácia de CONCERTA* no tratamento do TDAH foi estabelecida em ensaios clínicos controlados de crianças e adolescentes com idade entre 6 e 17 anos que preenchiam os critérios do DSM IV para TDAH.

Você não deve tomar Concerta® se for alérgico ao cloridrato de metilfenidato ou a outros componentes da fórmula; se tiver ansiedade, tensão e/ou agitação significativas; se tiver glaucoma (uma doença dos olhos); se você estiver tomando ou tiver tomado nos últimos 14 dias um medicamento para tratamento da depressão à …

A saber, muitos consideram o Concerta um remédio menos potente que a Ritalina, apesar de ambos serem feitos da mesma substância, o Metilfenidato. Embora confuso para os usuários, os efeitos do Concerta 18mg ou até mesmo 36mg são mais “suaves”, menos perceptíveis que da Ritalina 10mg.


Qual a diferença entre Ritalina e Concerta?

O princípio ativo do medicamento Concerta e também da Ritalina é o metilfenidato. A principal diferença entre os dois medicamentos citados diz respeito à formulação farmacêutica, que gera efeitos na velocidade de liberação do princípio ativo e, portanto, na duração do efeito.

Como o Concerta age?

Ação esperada de Concerta Seu princípio ativo é o metilfenidato, um estimulante do sistema nervoso central, que aumenta a atenção e reduz a impulsividade e hiperatividade em pacientes com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade.

Para que é indicado o medicamento Concerta?

CONCERTA* é indicado para o tratamento do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). A eficácia de CONCERTA* no tratamento do TDAH foi estabelecida em ensaios clínicos controlados de crianças e adolescentes com idade entre 6 e 17 anos que preenchiam os critérios do DSM IV para TDAH.

Quem tem ansiedade pode tomar Concerta?

Você não deve tomar Concerta® se for alérgico ao cloridrato de metilfenidato ou a outros componentes da fórmula; se tiver ansiedade, tensão e/ou agitação significativas; se tiver glaucoma (uma doença dos olhos); se você estiver tomando ou tiver tomado nos últimos 14 dias um medicamento para tratamento da depressão à …

Qual é mais forte Ritalina ou Concerta?

A saber, muitos consideram o Concerta um remédio menos potente que a Ritalina, apesar de ambos serem feitos da mesma substância, o Metilfenidato. Embora confuso para os usuários, os efeitos do Concerta 18mg ou até mesmo 36mg são mais “suaves”, menos perceptíveis que da Ritalina 10mg.

Qual o genérico do Concerta?

Cloridrato de Metilfenidato 60 Comprimidos 10mg.

Quanto tempo Concerta faz efeito?

Parte do comprimido de Concerta® dissolve-se logo após a ingestão, pela manhã, proporcionando uma dose inicial do medicamento; o restante é liberado lentamente durante o dia, para manter o efeito do medicamento. O efeito é observado até 12 horas após a administração. 3.

Quando o Concerta começa a fazer efeito?

Parte do comprimido de Concerta® dissolve-se logo após a ingestão, pela manhã, proporcionando uma dose inicial do medicamento; o restante é liberado lentamente durante o dia, para manter o efeito do medicamento. O efeito é observado até 12 horas após a administração.

Porque quem tem ansiedade não pode tomar Ritalina?

A sensação de nervosismo e maior ansiedade é bem comum, podendo ser ainda maior em pessoas com traços de ansiedade. Um dos maiores riscos de qualquer medicação psicoestimulante – como a Ritalina, Venvanse ou Concerta, é causar uma crise de ansiedade / pânico.

Quem sofre de ansiedade pode tomar Ritalina?

A Ritalina é contraindicada, por exemplo, para pacientes que apresentem casos como: Alergia (hipersensibilidade) ao metilfenidato ou a qualquer outro componente de Ritalina. Ansiedade, tensão ou agitação.

Qual é a diferença entre Ritalina Concerta e Venvanse?

Venvanse é o primeiro remédio para TDAH no Brasil à base de anfetamina. Com isto, se torna mais potente em comparação com Ritalina e Concerta. Porém os efeitos colaterais e riscos são também maiores.

O que pode substituir a Ritalina?

Segundo farmacêuticos consultados, outras substâncias podem substituir a Ritalina, como os estimulantes Lis-dexanfetamina e Memoriol b6, ou antidepressivo Bupropiona e a Clonidina, que são mais usados quando há contra indicação do uso dos estimulantes.

O que o remédio Concerta faz?

Concerta® é um medicamento de uso em dose única diária para o tratamento do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

Quanto tempo dura os efeitos colaterais do Concerta?

Parte do comprimido de Concerta* dissolve-se logo após a ingestão, pela manhã, proporcionando uma dose inicial do medicamento; o restante é liberado lentamente durante o dia, para manter o efeito do medicamento. O efeito é observado até 12 horas após a administração.

Quem não pode tomar Concerta?

Contraindicações: Você não deve tomar CONCERTA* se for alérgico ao cloridrato de metilfenidato ou a outros componentes da fórmula; se tiver ansiedade, tensão e ou agitação significativas; se tiver glaucoma (uma doença dos olhos); se tiver tiques ou Síndrome de Tourette ou história familiar desta síndrome.

Última Atualização: 09/02/2023