A intolerância ao glúten pode se manifestar com irritações na pele, erupções e coceiras, principalmente no rosto e nos braços. Dores musculares e derivadas de inchaço nas articulações, principalmente nas mãos e nos joelhos, podem derivar do consumo recorrente de glúten pela pessoa com doença celíaca.

Doença celíaca é uma doença autoimune causada pela intolerância ao glúten, uma proteína encontrada no trigo, aveia, cevada, centeio e seus derivados, como massas, pizzas, bolos, pães, biscoitos, cerveja, uísque, vodka e alguns doces, provocando dificuldade do organismo de absorver os nutrientes dos alimentos, vitaminas …

VERDADE. É possível desenvolver doença celíaca em qualquer idade, inclusive na terceira idade. Embora surja com mais frequência em bebês de até um ano de idade, logo que o glúten é introduzido na dieta, muitas vezes os primeiros sintomas se manifestam somente na vida adulta.

Nos casos mais graves, a pessoa desenvolve a doença celíaca e pode ter dores abdominais e diarreias mais intensas. Além disso, é comum apresentar anemia, por dificuldade de absorver os nutrientes, e perda de peso. Quando não tratada, a doença celíaca pode levar ao câncer de intestino e estômago.

São muitas as consequências que os celíacos podem sofrer em caso de não se tratarem adequadamente. Algumas delas são câncer de intestino, infertilidade ou impotência (no caso do homem devido a uma possível baixa de testosterona), osteoporose, desnutrição, anemia, dentre outros.

Índice:

O que acontece com quem tem intolerância ao glúten?

O que acontece se não tratar intolerância a glúten?

O que ocorre na doença celíaca?

Como fica a barriga de quem tem intolerância a glúten?

O que o glúten causa no intestino?

Como a intolerância ao glúten afeta a qualidade de vida?

Tem como desenvolver intolerância ao glúten?


O que acontece com quem tem intolerância ao glúten?

A intolerância ao glúten pode se manifestar com irritações na pele, erupções e coceiras, principalmente no rosto e nos braços. Dores musculares e derivadas de inchaço nas articulações, principalmente nas mãos e nos joelhos, podem derivar do consumo recorrente de glúten pela pessoa com doença celíaca.

O que acontece se não tratar intolerância a glúten?

São muitas as consequências que os celíacos podem sofrer em caso de não se tratarem adequadamente. Algumas delas são câncer de intestino, infertilidade ou impotência (no caso do homem devido a uma possível baixa de testosterona), osteoporose, desnutrição, anemia, dentre outros.

O que ocorre na doença celíaca?

Doença celíaca é uma doença autoimune causada pela intolerância ao glúten, uma proteína encontrada no trigo, aveia, cevada, centeio e seus derivados, como massas, pizzas, bolos, pães, biscoitos, cerveja, uísque, vodka e alguns doces, provocando dificuldade do organismo de absorver os nutrientes dos alimentos, vitaminas …

Como fica a barriga de quem tem intolerância a glúten?

Quando há intolerância, após a ingestão de alimentos com trigo, cevada ou centeio é comum surgirem sintomas como excesso de gases, barriga inchada, diarreia ou prisão de ventre. Além do mal estar abdominal, as células do intestino também ficam danificadas, causando má absorção de vitaminas e minerais.

O que o glúten causa no intestino?

Por causa dessa sensibilidade, o glúten provoca uma inflamação na parede do intestino, dificultando a absorção de nutrientes necessários ao bom funcionamento do organismo. Isso leva ao surgimento de sintomas como diarreia, constipação, cólica e inchaço abdominal.

Como a intolerância ao glúten afeta a qualidade de vida?

Nos casos mais graves, a pessoa desenvolve a doença celíaca e pode ter dores abdominais e diarreias mais intensas. Além disso, é comum apresentar anemia, por dificuldade de absorver os nutrientes, e perda de peso. Quando não tratada, a doença celíaca pode levar ao câncer de intestino e estômago.

Tem como desenvolver intolerância ao glúten?

VERDADE. É possível desenvolver doença celíaca em qualquer idade, inclusive na terceira idade. Embora surja com mais frequência em bebês de até um ano de idade, logo que o glúten é introduzido na dieta, muitas vezes os primeiros sintomas se manifestam somente na vida adulta.

Última Atualização: 24/12/2022